Bernardo Parreiras (ecos prosaicos)

Quem é a prosa para falar da poesia?

Perfil
"(...) Segundo a opinião mais difundida, o temperamento influenciado por Mercúrio [deus da comunicação e das mediações] (de inclinação para as trocas, o comércio e a destreza) contrapõe-se ao temperamento influenciado por Saturno (tendente ao melancólico, ao solitário, ao contemplativo).(...) sempre permaneci um saturnino, por mais diversas que fossem as máscaras que procurasse usar. Minha veneração por Mercúrio talvez não passe de uma aspiração, um querer ser: sou um saturnino que sonha ser mercurial..."

CALVINO, Ítalo. Seis propostas para o próximo milênio.

Convenci um poeta a publicar sua obra aqui no "Recanto". Mas Pedro só publicou duas das suas muitas poesias. Ele implica com minha maneira prosaica de ser (em todos os sentidos do termo), exigindo que eu liberte o poeta que vive em mim - ele insiste que sou um poeta que ainda não teve coragem de se descobrir. Bom, enquanto o "medo" impedir o meu suposto "poeta" de se manifestar, indico-lhes o link do Pedro, o poeta sem medo, que apesar da ironia, diz-me que ainda não sei amar. Será que a poesia é que me ensinará? Sei lá...

Pedro Oniwlack - http://www.recantodasletras.com.br/poesias/1650689

PS. Criei um blog: Ecos Prosaicos.

http://ecosprosaicos.blogspot.com/

bernardosph@hotmail.com
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet